Sindicato recorre contra corte de ponto na greve geral



Notícias


14.06.2017 • Realidade Bancária

A Greve Nacional do dia 28 de abril serviu para mostrar o quanto trabalhadores e movimentos sociais são contrários aos abusos e retrocessos impostos pelo presidente Temer e o Congresso Nacional. Em Vitória da Conquista e Região, bancárias e bancários aderiram à mobilização com outras classes e paralisaram as atividades como protesto. Acontece que os bancos descontaram o dia de trabalho paralisado do salário da categoria, o que motivou o SEEB/VCR a ajuizar uma ação coletiva contra o corte de ponto.
Na semana passada, a Justiça negou a liminar para os bancários do Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica, por entender que a competência para decisão do processo é do Tribunal Regional do Trabalho, já que envolve o direito de greve e a necessidade de discutir esta matéria por meio de dissídio coletivo. “Iremos recorrer da decisão. Já fizemos embargos de declaração e estamos estudando a possibilidade de impetrar um mandado de segurança. Na Bahia, apenas em Salvador e Jequié foram concedidas liminares. Além de Itabuna, Ilhéus e Feira de Santana aqui na Bahia, sindicatos em Pernambuco, Brasília e São Paulo, por exemplo, estão lidando com a mesma situação”, afirma o advogado Cristiano Araújo, do escritório conveniado ao SEEB/VCR, Higino, Amazonas & Araújo.

COMPARTILHE a notícia


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.